Gibis, tokusatsus, cinema e cultura pop em geral
 
InícioInício  Blog  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Ao Mestre com Carinho

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Dr-Peste
Fazendeiro da Semana
avatar

Mensagens : 137
Data de inscrição : 17/10/2010
Localização : Sampa-Peste

MensagemAssunto: Ao Mestre com Carinho   Seg 14 Maio - 0:08


Uma notícia boa e uma notícia ruim, que na verdade são uma mesma notícia .
Está sendo lançado um dvd sobre a carreira do autor/editor Rodolfo Zalla.

A iniciativa por sí só já é algo notável, pois poucas vezes vi algo no gênero(audiovisual) sendo feito nestas bandas do sem memória.
Sem falar que o velho mestre deve ter lotes de histórias pra contar, pois vivenciou um período fervilhante da produção nacional,convivendo com pares do naipe de Flávio Colin, Jayme Cortez, Eugenio Colonnese, entre outros.

O lado ruim da notícia é que o documentário foi realizado pelo Márcio Baraldi... Suspect O tremendamente Angelo-agostinado, mas não muito engraçado, cartunista.
E sinceramente não boto fé na verve documentarista do cara , que se for igual aos cartuns do figura... No

Botaria muito mais fé numa iniciativa destas partindo de um Gonçalo Junior,Álvaro de Moya, Pedro Bahia,Nikki Nixon, Quiof e mesmo a saudosa preta velha.
Caras capazes de articular uma pauta e pescar histórias e experiências de vida do manancial que estas figuras representam, e não fazer o tradicional rasgar de seda babão "CQBebiano."

Poderia até um benemérito produzir uma série de dvds na linha, pois figuras não iam falta, como Marcatti, Spacca, Angeli, Laerte, Fernando Gonzales,Shimamoto,Mozart Couto .
Pena que muitos dos velhos mestres faleceram. Crying or Very sad
Na revista Panacea ví entrevistas foderosas com o Marcatti , Flávio Colin entre outros.

Não tenho muita esperança deste material pelo Baraldi, mas gostaria de estar errado.
Pois o preço está muito bom... Suspect:
http://www.universohq.com/quadrinhos/2012/n11052012_02.cfm
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://docpeste.wordpress.com/
Kamen Rider
Imperador Sécular Gorgom
avatar

Mensagens : 1528
Data de inscrição : 19/09/2010

MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   Seg 14 Maio - 0:19

No aguardo dos links pra download.

_________________
"Quando ouço falar da cultura brasileira, já saco meu rolo de papel higiênico"

Olavo de Carvalho.


Compre aqui sua camiseta de tokusatsu

http://www.vitrinepix.com.br/clockup
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://clock-up.forum-livre.com
Quiof
Tia do Batemá
avatar

Mensagens : 281
Data de inscrição : 20/09/2010

MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   Seg 14 Maio - 0:31

Dr-Peste escreveu:

Uma notícia boa e uma notícia ruim, que na verdade são uma mesma notícia .
Está sendo lançado um dvd sobre a carreira do autor/editor Rodolfo Zalla.

A iniciativa por sí só já é algo notável, pois poucas vezes vi algo no gênero(audiovisual) sendo feito nestas bandas do sem memória.
Sem falar que o velho mestre deve ter lotes de histórias pra contar, pois vivenciou um período fervilhante da produção nacional,convivendo com pares do naipe de Flávio Colin, Jayme Cortez, Eugenio Colonnese, entre outros.

O lado ruim da notícia é que o documentário foi realizado pelo Márcio Baraldi... Suspect O tremendamente Angelo-agostinado, mas não muito engraçado, cartunista.
E sinceramente não boto fé na verve documentarista do cara , que se for igual aos cartuns do figura... No

Botaria muito mais fé numa iniciativa destas partindo de um Gonçalo Junior,Álvaro de Moya, Pedro Bahia,Nikki Nixon, Quiof e mesmo a saudosa preta velha.
Caras capazes de articular uma pauta e pescar histórias e experiências de vida do manancial que estas figuras representam, e não fazer o tradicional rasgar de seda babão "CQBebiano."

Poderia até um benemérito produzir uma série de dvds na linha, pois figuras não iam falta, como Marcatti, Spacca, Angeli, Laerte, Fernando Gonzales,Shimamoto,Mozart Couto .
Pena que muitos dos velhos mestres faleceram. Crying or Very sad
Na revista Panacea ví entrevistas foderosas com o Marcatti , Flávio Colin entre outros.

Não tenho muita esperança deste material pelo Baraldi, mas gostaria de estar errado.
Pois o preço está muito bom... Suspect:
http://www.universohq.com/quadrinhos/2012/n11052012_02.cfm

pensei a mesma coisa (exceto por me colocar como um pesquisador, não posso ser comparado aos outros citados), o discurso do Baraldi (o vencedor de 11 Agostinis) é muito vergonha alheia,

quanto a documentários tem um sobre o Claudio Seto, O Samurai de Curitiba:
http://www.osamuraidecuritiba.com.br/
do Shimamoto, vai ter umas entrevistas nos extras do DVD de O Ogro (um curta-metragem lançado ano passado).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mohamed
Imperador Sécular Gorgom
avatar

Mensagens : 1077
Data de inscrição : 19/09/2010
Idade : 43
Localização : Centro da Terra

MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   Ter 15 Maio - 10:39

Ah, velho....
Esses caras vivem no tempo do onça....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.formspring.me/Moh4med
Dr-Peste
Fazendeiro da Semana
avatar

Mensagens : 137
Data de inscrição : 17/10/2010
Localização : Sampa-Peste

MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   Sab 19 Maio - 1:24

Quiof escreveu:


pensei a mesma coisa (exceto por me colocar como um pesquisador, não posso ser comparado aos outros citados), o discurso do Baraldi (o vencedor de 11 Agostinis) é muito vergonha alheia,

quanto a documentários tem um sobre o Claudio Seto, O Samurai de Curitiba:
http://www.osamuraidecuritiba.com.br/
do Shimamoto, vai ter umas entrevistas nos extras do DVD de O Ogro (um curta-metragem lançado ano passado).
Este documentário do Seto parece muito melhor produzido e pensado. Mas façamos justiça ao Baraldi.
Ele não teve lei de incentivo pra produzir seu dvd , como o pessoal de Curitiba .

Existe um depoimento do Shimamoto no álbum Volúpia, que reúne quadrinhos eróticos do Shima

Além das hqs , é um trabalh que vale muito a pena. Foi nele que realmente percebi que ,o paizão da mônica ,Mauriça, que foi amigo do Shima, realmente pisou em alguns calos/cabeças em seu caminho pela estrada de tijolos amarelos tongue
Mohamed escreveu:
Ah, velho....
Esses caras vivem no tempo do onça....
Bom isso é verdade. Por isso depende muito de quem vai produzir e de como será conduzido o documentário.
Os velhinhos viram, fizeram e conviveram muiiito.

Mas entrevistá-los corre o risco de ficar naquele ararenga sobre o preço do papel e nanquim em mil novecentos e guaraná com rolha,
ou naquela babação de ovos de praxe.
Por isso depende do documentarista resgatar, enquadrar e apresentar estas figuras num contexto para as novas gerações.
E isso exige abordagem, conhecimento e as vezes isenção profissional, não apenas brodagem e pagação de pau.

Aí sim esses velhinhos terão muito a dizer para a garotada que produz hoje.
Pois a comédia humana é sempre a mesma : dinheiro, ego, putaria, talento, fama, esforço...
Mudam os cenários, personagens , a tecnologia de produção, os costumes, mas a trama básica é sempre igual.

Sabendo fazer a conexão entre a história destes caras e a atualidade, aí a homenagem é completa pois transcende a própria homenagem.
Vira referência, aprendizado...
Tudo bem que o Zalla talvez possa estar gagá, pois desenhou o Blenq do Rod Sorrisão
Mas acho mesmo que o Rod o convenceu a desenhar na base do puxa-saquismo ,oba-oba e trutagem, já que o véim é gente boa.

Mas foda mesmo seria um documentário/biografia dos grandes mestres dos quadrinhos , unauthorized &uncensored ,feito pelo BK... cheers
Claro que um video destes seria banido e só seria liberado quando "Beyond Citizen Kane" estivesse passando na tela quente da Globo.


Sad Mas a Preta is over
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://docpeste.wordpress.com/
Mohamed
Imperador Sécular Gorgom
avatar

Mensagens : 1077
Data de inscrição : 19/09/2010
Idade : 43
Localização : Centro da Terra

MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   Sab 19 Maio - 21:13

Na verdade eu acho que essas coisas deveriam ser esquecidas e varridas pra debaixo do tapete.
A evolução natural desse trabalho todo finaliza em Velta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.formspring.me/Moh4med
Quiof
Tia do Batemá
avatar

Mensagens : 281
Data de inscrição : 20/09/2010

MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   Dom 20 Maio - 10:59

Dr-Peste escreveu:
Quiof escreveu:


pensei a mesma coisa (exceto por me colocar como um pesquisador, não posso ser comparado aos outros citados), o discurso do Baraldi (o vencedor de 11 Agostinis) é muito vergonha alheia,

quanto a documentários tem um sobre o Claudio Seto, O Samurai de Curitiba:
http://www.osamuraidecuritiba.com.br/
do Shimamoto, vai ter umas entrevistas nos extras do DVD de O Ogro (um curta-metragem lançado ano passado).
Este documentário do Seto parece muito melhor produzido e pensado. Mas façamos justiça ao Baraldi.
Ele não teve lei de incentivo pra produzir seu dvd , como o pessoal de Curitiba .

Existe um depoimento do Shimamoto no álbum Volúpia, que reúne quadrinhos eróticos do Shima

Além das hqs , é um trabalh que vale muito a pena. Foi nele que realmente percebi que ,o paizão da mônica ,Mauriça, que foi amigo do Shima, realmente pisou em alguns calos/cabeças em seu caminho pela estrada de tijolos amarelos tongue
Mohamed escreveu:
Ah, velho....
Esses caras vivem no tempo do onça....
Bom isso é verdade. Por isso depende muito de quem vai produzir e de como será conduzido o documentário.
Os velhinhos viram, fizeram e conviveram muiiito.

Mas entrevistá-los corre o risco de ficar naquele ararenga sobre o preço do papel e nanquim em mil novecentos e guaraná com rolha,
ou naquela babação de ovos de praxe.
Por isso depende do documentarista resgatar, enquadrar e apresentar estas figuras num contexto para as novas gerações.
E isso exige abordagem, conhecimento e as vezes isenção profissional, não apenas brodagem e pagação de pau.

Aí sim esses velhinhos terão muito a dizer para a garotada que produz hoje.
Pois a comédia humana é sempre a mesma : dinheiro, ego, putaria, talento, fama, esforço...
Mudam os cenários, personagens , a tecnologia de produção, os costumes, mas a trama básica é sempre igual.

Sabendo fazer a conexão entre a história destes caras e a atualidade, aí a homenagem é completa pois transcende a própria homenagem.
Vira referência, aprendizado...
Tudo bem que o Zalla talvez possa estar gagá, pois desenhou o Blenq do Rod Sorrisão
Mas acho mesmo que o Rod o convenceu a desenhar na base do puxa-saquismo ,oba-oba e trutagem, já que o véim é gente boa.

Mas foda mesmo seria um documentário/biografia dos grandes mestres dos quadrinhos , unauthorized &uncensored ,feito pelo BK... cheers
Claro que um video destes seria banido e só seria liberado quando "Beyond Citizen Kane" estivesse passando na tela quente da Globo.


Sad Mas a Preta is over

você tem esse Volúpia, disponibiliza depois aí, o Wagner Moloch postou a entrevista do Shima ao BDJornal e cita um pouco da camaradagem do Mauricição:http://shimamotooficial.blogspot.com.br/2012/02/materia-no-bdj-de-portugal-um-samurai.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dr-Peste
Fazendeiro da Semana
avatar

Mensagens : 137
Data de inscrição : 17/10/2010
Localização : Sampa-Peste

MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   Qua 23 Maio - 21:05

[quote="Quiof"]
Dr-Peste escreveu:


você tem esse Volúpia, disponibiliza depois aí, o Wagner Moloch postou a entrevista do Shima ao BDJornal e cita um pouco da camaradagem do Mauricição:http://shimamotooficial.blogspot.com.br/2012/02/materia-no-bdj-de-portugal-um-samurai.html
Salvo engano ainda tenho o álbum mocosado em alguma caixa no quartinho da bagunça.(perdi algumas coisas devido à infiltrações Down )
Mas no momento estou sem meios de digitalizá-lo.

Mas esta entrevista aí do Moloch é ,ponto por ponto,exatamente a mesma que acompanha o álbum Volúpia.
Lembro pela parte do ator que fazia o capitão 7 na tevê mergulhando no rio fedorento, e a parte do Mauriça também é a mesma.
Daí você tira que quando o Bk lançava sombras sobre a luz do neon do Mauriça, não era necessariamente uma simples trolagem.

O Shima batalhou com o cara os projetos, emprestou grana em um momento difícil, sem cobrar depois.
Quando a oportunidade de lançar seu personagem na tv surgiu , Shima preferiu rejeitá-la em prol do alinhamento com o amigo Mauriça.
Como recompensa ele recebeu uma passada de perna do titio Mau na distribuição do personagem que ele, Shima, tinha criado.

Se o Maurição dava uma destas com seus "Brothers in arms" , imaginem o que não fazia com a patuleia anonima que remava nas galés do seu estúdio ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://docpeste.wordpress.com/
Dr-Peste
Fazendeiro da Semana
avatar

Mensagens : 137
Data de inscrição : 17/10/2010
Localização : Sampa-Peste

MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   Qua 23 Maio - 22:16

Pourra, saiu errado o quote que eu queria dar no post no Quiof alí em cima... Esta politica de tolerância zero com os nós cegos como eu é muito cruel... Libera um botão edit , Kamen. Laughing
Mohamed escreveu:
Na verdade eu acho que essas coisas deveriam ser esquecidas e varridas pra debaixo do tapete.
A evolução natural desse trabalho todo finaliza em Velta.
eu podia sacar do bolso a manjada , mas realista citação : "O povo que não conhece a sua história tende a repeti-la"
Mas prefiro corrigir uma injustiça.

Velta/Emir não é,nunca foi e nunca será a evolução final da galera das antigas ,que se fudeu quando o único bloco de gelo que tinham pra se agarrar ,que era o quadrinho de terror, derreteu .

Emir não é herdeiro desta geração que pode até ter fracassado, mas fracassou com estilo.
Nem Emir ,nem os saqueadores de túmulos da galerinha do CQB.
São todos profanadores de cadáveres.

Pelo estilo, temática e abordagem é patente que boa parte da galerinha do CQB eram ávidos consumidores de Supers made in USA, o que é natural, já que era o que tinha disponível no mercado. A partir de dado momento começaram a desejar passar de leitores a produtores de tal material, o que também é natural.

Mas aí sacaram o que era o óbvio ululante. As prateleiras já estavam tomadas pelos heróis do American way of life, que fidelizavam a clientela que, como eles anteriormente faziam, só queriam saber daquele heróis importados.

E assim como não existe pior crente que o ex macumbeiro, numa guinada de 180 graus, eles partiram para o outro espectro do arco-íris, passando a demonizar seus antigos deuses pagãos.
Cavocaram os cemitérios à procura de relíquias pra sua nova e inventada religião, catando um osso do Judôka alí, um crânio do Capitão 7 alí, a tíbia do Raio Negro Acolá. Ou seja , personagens que nunca leram, curtiram e gostaram, mas que serviram para fabricar um passado mítico de glória , pois toda nova religião precisa de mitos e mártires.

E no pacote elegeram Emir o D.eus vivo da seita.
E Emirzão gostou do papel e entrou na loucura no melhor estilo Inri Cristo..Ohhh Paaahhiii!

Emir até que poderia ser um cara divertido e relevante se assumisse as coisas como são.
Seria um cult-trash a lá Sady Baby e talvez curtisse aquela merecida fama que o Carlos Zéfiro pode curtir no fim da vida.

Mas o Emir não quer ser o Sady Baby ou um Carlos Zéfiro, mas sim posar de Igmar Bergmam e um Will Eisner.
Aí só nos resta gargalhar de sua pretensão.
Velta nada mais é que uma pornochanchada em forma de hq.

Nada desabona a pornochanchada que foi a arma que muitos usaram para poder continuar filmando e salas de cinema continuarem a existir.
Assim como os guris da palestina só tinham pedras pra tacar nos tanques israelenses, o cinema nacional só tinha mulher pelada (algumas bem boazudas) pra lutar contra o império de "Roliúdi".

Há algo genialmente engraçado e chanchadesco na Velta, cujo o nêmesis é uma alienígena feminina com uma benga que cospe acido.
Mas esse elemento deixa de ser engraçado e autêntico quando quer não ser visto como chanchada , mas poesia. Quer ganhar o Nobel de literatura . Aí fica chato, arrogante e meramente ridículo. Sai da esfera do cômico e cai no patético.

A velha guarda do quadrinho nacional, principalmente esta do terror, passou sem deixar herdeiros e sem fundar escolas.
Eu acho triste, pois havia uma fervilhante variedade de estilos que não havia na hq/Marvel e Dc da época.

A diferença em estilos entre um Shimamoto, Flávio Colin, Mozart Couto, Mano e outros era muito além do mainstream gringo que pingava por aqui, que vivia no : Agora todo mundo desenha igual ao Jim Lee ! Agora tuda a lá Image ! Agora tudo hiper realista e Alex Ross é o límite !

O que fudeu os mestres brazucas, fora o desleixo institucional para arte/educação e ganancia das editoras nacionais, foi a falta de bons roteiros ,bons personagens e trabalhar aquela parte da produção e do marketing que os gringos mandam tão bem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://docpeste.wordpress.com/
Fábio Leite
Sexto Power Ranger
avatar

Mensagens : 361
Data de inscrição : 19/09/2010
Localização : Longe, Muito Longe

MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   Ter 29 Maio - 10:43

Belas análises do Dr. Peste.

Li essa entrevista do shima. Aterrorizante mesmo.

...Xuxa merda, essa coisa de japonês morando no meio do mato me lembrou uma sansei delícia que conheci em Registro/SP. Fiquei de pau duro agora, caceta. Caco
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.formspring.me/milkoflove
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ao Mestre com Carinho   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Ao Mestre com Carinho

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Clock Up :: Principal :: Chupa CQB-
Criar fórum no Forumeiros | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Hospedagem de fórums