Gibis, tokusatsus, cinema e cultura pop em geral
 
InícioInício  Blog  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 FAROESTE CABOCLO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Kamen Rider
Imperador Sécular Gorgom
avatar

Mensagens : 1528
Data de inscrição : 19/09/2010

MensagemAssunto: FAROESTE CABOCLO   Dom 17 Jul - 14:45

A poesia se distingue da narrativa mais linear, entre outras coisas, pelo fato de que não precisa fazer sentido ou ter lógica. Há escola literária para qualquer maluquice e esse entendimento da poesia, gostemos ou não, é também empregado em letras do Renato Russo - um Djavan MUITO mais prolixo.

O amigo Flavio Morgen já escreveu sobre a música Faroeste Caboclo, e considero seu texto definitivo. O problema é que nada relacionado ao ex-líder da Legião Urbana é definitivo; nem o óbito. Tanto que sempre ressuscitam algo e, agora, inventaram de fazer um FILME sobre a canção que leva oito horas para não levar a nada.

Neste simpático arrazoado, explico os problemas para adaptar a (digamos) "trama" para a linguagem do cinema. Vejam:

Problema 1: Cidade-Natal do João
Há duas versões circulando por aí: "sertania" e "cercania". Pelo fato de ter viajado muito até chegar a Salvador (que não é exatamente uma megalópole), é provável que o correto seja "sertania". Mas o importante é o seguinte: ERA LONGE DE TUDO E UM LUGAR ATRASADÍSSIMO.

Ou não. Afinal, a canção foi composta em 1979, tratando de um jovem de cerca de 30 anos. Ele teria nascido, portanto, em 1949 e, nessa época, as "sertanias" não eram nada avançadas. Exceto, claro, para Renato Russo.

Isso porque João de Santo Cristo, aos quinze anos, foi para um REFORMATÓRIO. Corria aproximadamente o ano de 1965 e somente cidades com ÓTIMA estrutura tinham REFORMATÓRIOS. Na sertania de João, porém, havia um.

Problema 2: João, o Menos Discriminado do Mundo
A letra diz que o jovem Santo Cristo não entendia como o mundo funcionava, mencionando "discriminação por causa de sua classe, sua cor". Mentira. Dois ou três versos antes, ficamos sabendo que ele comia TODAS as menininhas da cidade. Não era discriminado, pois.

Foi pro misterioso REFORMATÓRIO naquele fim de mundo? Sim, pois roubava - e isso não tem nada a ver com a cor de João - seja qual for.

E há várias provas de que ele era a pessoa menos discriminada que já passou sobre a Terra: o caminhoneiro confiou-lhe uma missão (nunca cumprida) de visitar a filha. Arrumou emprego assim que chegou a Brasília, mesmo com antecedentes de delinqüência juvenil e sem experiência em nada (mais ainda, havendo tanta gente sofrida ['toda essa gente que só faz sofrer]).

Fora que se misturava aos "boyzinhos" da cidade, arrumou namorada, era procurado por generais estrelados... Todas - exatamente TODAS - as façanhas narradas demonstram que João não sofria nenhum tipo de discriminação (muito ao contrário, aliás).

Problema 3: João Herói, Jeremias Vilão
O espectador, por óbvio, precisará TORCER POR JOÃO. E isso não será tarefa das mais fáceis. Não importa o quanto a idéia de anti-herói possa dar certo, falamos aqui de um sujeito escroto, mesmo. Talvez - e ainda arriscando muito - daria certo num filme de humor controverso.

Vejam, por exemplo, a infância: queria ser bandido e assim procedeu já em tenra idade. Chegou a Brasília, com passagem descolada na faixa, arrumou um emprego honesto, mas logo virou TRAFICANTE. Não qualquer um, mas O MAIOR DA CIDADE.

A desculpa: "o dinheiro não dava para se alimentar". Mentira. A mesma letra diz que ele ia TODA SEMANA GASTAR O DINHEIRO NA ZONA DA CIDADE. Por mais que seja uma casa de tolerância bem fuleira, ainda assim é algo que vale por uns 10 PFs. Isso de fome é lorota.

Daí ele se diz apaixonado, mas larga a mulher ao L\'os-dará, pra cuidar da carreira criminosa com aquele inverossímil primo boliviano. Quando volta - para se ter idéia do tempo que demorou - ela já estava casada e com filho.

Como foi esse sumiço? Um general (?) o procura para aprontar poucas e boas. Ele nega. Heróico, claro. Porém, em seguida, João toma todas, falta no trabalho, abandona a mulher para se aliar ao primo na carreira criminosa.

O espectador vai torcer por esse "homem"?

Seguindo estritamente a lógica de João, Jeremias não fez exatamente NADA de errado. Era um traficante "de renome", procurando território - exatamente o mesmo que fez João. E todos sabemos: traficantes não disputam pontos na base do par-ou-ímpar.

Daí João marca ELE PRÓPRIO UM DUELO, pede para o inimigo escolher suas "armas" e chega... DE MÃOS VAZIAS! Maria Lucia aparece do nada com a arma que deveria estar na casa do chapéu e acaba morrendo sem tomar nenhum tiro.

O espectador vai engolir isso?

Problema 4: O QUE DIABOS QUERIA O JOÃO?
Isso não é algo simples, pois se trata da motivação do "herói". O que ele queria? Ora, segundo a letra ele...

"Deixou pra trás todo o marasmo da fazenda só pra sentir no seu sangue o ódio que L\'os lhe deu" (não queria nada com nada, apenas saiu da cidade porque tava puto da vida com o fato de prenderem ladrões)

"Ele queria sair para ver o mar e as coisas que ele via na televisão, juntou dinheiro para poder viajar..." (agora já haveria uma motivação: ver o mar; o método de "juntar dinheiro" já conhecemos - e queria tanto o litoral que foi parar em Brasília...)

"Ficou cansado de tentar achar resposta e comprou uma passagem, foi direto a Salvador." (novamente, porém, sumiu da 'fazenda' porque não encontrava respostas - a questão, no caso, seria eventual preconceito racial, coisa impossível de ser alegada por quem transou por razões já explicadas)

"E João não conseguiu o que queria quando veio pra Brasília, com o diabo ter, ele queria era falar pro presidente pra ajudar toda essa gente que só faz sofrer" (essa exige uma dissertação maior)

Ele NEM SABIA O QUE ERA BRASÍLIA, ficou até mesmo "bestificado" ao chegar lá. Nunca teve qualquer tipo de preocupação social, ia pro puteiro semanalmente e, quando quis aumentar o orçamento, tornou-se traficante.

Não há um único cisco de intenção de "falar com o Presidente pra ajudar toda essa gente". Nem mesmo João, idiota ao ponto de marcar duelo com armas de fogo e chegar de mãos abanando, procuraria o PRESIDENTE DA REPÚBLICA para apenas dizer "ajude toda essa gente que sofre".

Ele NUNCA quis ir para Brasília (foi parar em Salvador e, por acaso, caiu no DF). Virou bandido, tomou território de outros traficantes, virou ladrão (já era o maior traficante de Brasília, daí começa a roubar balas Juquinha...), começou namoro e abandonou mulher, voltou para mais presepada etc. etc. etc. Definitivamente, não há como encaixar no roteiro qualquer hipótse dele ter feito tudo isso para um dedo de prosa com o Presidente sobre o povo sofrido.

Enfim...
Se o filme seguir minimamente a música, não será possível chamá-lo de "razoável".
http://www.interney.net/blogs/gravataimerengue/2011/07/04/faroeste_caboclo_um_filme_de_roteiro_imp/

_________________
"Quando ouço falar da cultura brasileira, já saco meu rolo de papel higiênico"

Olavo de Carvalho.


Compre aqui sua camiseta de tokusatsu

http://www.vitrinepix.com.br/clockup
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://clock-up.forum-livre.com
Svarog
Imperador Sécular Gorgom
avatar

Mensagens : 861
Data de inscrição : 12/10/2010

MensagemAssunto: Re: FAROESTE CABOCLO   Dom 17 Jul - 15:39

E mais bosta vindo por ai!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Agronopolos
Guardião do Infinito
avatar

Mensagens : 346
Data de inscrição : 22/11/2010
Idade : 36
Localização : Terra (do lado de fora)

MensagemAssunto: Re: FAROESTE CABOCLO   Dom 17 Jul - 18:08

Nem tanto...

tem um filme que eu gosto que é "Um sonho distante"
Ele conta uma saga de um imigrante
Quem tem como meta ter um pedaço de terra
e mostra parte da colonização do Oeste americano


SE (e digo mesmo SE) fizerem algo como esse filme eu bato palmas para eles Shocked
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário Http://thenewdppu.blogspot.com/
Svarog
Imperador Sécular Gorgom
avatar

Mensagens : 861
Data de inscrição : 12/10/2010

MensagemAssunto: Re: FAROESTE CABOCLO   Dom 17 Jul - 20:16

Vai rolar verba do PT nesse filme da "grobo" ai tb ? Logo mais vem o filme da Dilma, Marina, Caralho, etc.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: FAROESTE CABOCLO   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

FAROESTE CABOCLO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Clock Up :: Principal :: Cinema-
criar um fórum | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Fórum grátis