Gibis, tokusatsus, cinema e cultura pop em geral
 
InícioInício  Blog  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Novo Tópico   Responder ao tópicoCompartilhe | 
 

 Uma voz que irão calar, mais uma.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Svarog
Imperador Sécular Gorgom
avatar

Mensagens : 861
Data de inscrição : 12/10/2010

MensagemAssunto: Uma voz que irão calar, mais uma.   Dom 5 Jun - 22:13


SEGUE A TRADUCAO PARA O PORTUGUES DO DISCURSO ABAIXO!

Senhor Presidente, membros do Tribunal,

Estou aqui por aquilo que disse. Estou aqui por ter falado. Falei, falo e vou continuar a falar. Muitos se mantiveram em silêncio, mas não Pim Fortuyn, não Theo Van Gogh e não eu.
Sou obrigado a falar. Porque a Holanda está sob ameaça do Islã. Tal como argumentei muitas vezes, o Islã é principalmente uma ideologia. Uma ideologia de ódio, de destruição, de conquista. É minha forte convicção de que o Islã constitui uma ameaça aos valores ocidentais, à liberdade de expressão, à igualdade entre homens e mulheres, aos heterossexuais e aos homossexuais, aos crentes e descrentes.
Por todo o mundo podemos ver como a Liberdade é inverso ao Islã. Dia a dia, vemos as nossas liberdades a diminuirem. O Islã é oposto à Liberdade. Renomados estudiosos do Islã de todas as partes do mundo concordam com isto. Há mais especialistas do Islã que o tribunal não me permitiu chamar para testemunhar. Todos concordam com as minhas declarações, mostram que eu falo verdade. A verdade está hoje em julgamento. Temos de viver na verdade, disseram os dissidentes sob domínio comunista, porque a verdade irá libertar-nos. A verdade e a liberdade estão inexoravelmente ligadas. Temos de falar a verdade porque de outro modo iremos perder a nossa liberdade.
Foi por isso que eu falei, é por isso que eu falo e é por isso que continuarei a falar.
As declarações pelas quais estou a ser julgado são declarações que fiz na minha função como político participante no debate público na nossa sociedade. As minhas declarações não foram dirigidas a indivíduos, mas ao Islão e ao processo de islamização. É por isso que o procurador público concluiu que eu devia ser absolvido.
Senhor presidente, membros do tribunal, estou a agir de acordo com uma longa tradição que quero honrar. Estou a arriscar a minha vida em defesa da liberdade na Holanda. De todos os nossos feitos, a Liberdade é o mais precioso e o mais vulnerável. Muitos deram a vida pela Liberdade. Temos sido recordados disso nas comemorações do mês de Maio. Mas a luta pela Liberdade é muito mais antiga.
Todos os dias os carros blindados passam pela estátua de Johan de Witt em Hofvijver, na Haia. De Witt escreveu o «Manifesto da Verdadeira Liberdade» e pagou pela liberdade com a vida. Todos os dias vou para o meu escritório passando pela Binnenhof onde Johan van Oldenbarneveldt foi decapitado depois de um julgamento político. Apoiando-se na sua bengala, o velho Oldenbarneveldt dirigiu as suas últimas palavras ao seu povo. Disse: «Agi honrosa e piamente como um bom patriota.» Essas palavras são também minhas.
Não pretendo trair a confiança dos 1,5 milhões de eleitores do meu partido. Não quero trair o meu país. Inspirado por Johan van Oldenbarneveldt e por Johan de Witt, quero ser um político que serve a verdade e portanto defende a liberdade das províncias holandesas e do Povo Holandês. Quero ser honesto, quero atuar com honestidade e é por isso que quero proteger a minha terra nativa contra o Islã. Silêncio é traição.
Por isso eu falei, falo e continuarei a falar.
Liberdade e verdade. Pago o preço todos os dias. Dia e noite, tenho de estar protegido contra gente que me quer morto. Não estou a queixando-me disto; foi minha decisão falar. No entanto, aqueles que me ameaçam e a outros críticos não estão hoje sendo julgados aqui. Eu estou a ser julgado. E a respeito disso queixo-me.
Considero que este julgamento é político. Os valores do D66 [partido de Esquerda liberal] e do NRC [jornal de Esquerda] nunca serão levados a julgamento neste país. Até mesmo questões que eu apresentei no parlamento e a cooperação com o SGP estão a ser aqui trazidos como alegações contra mim por Rabbae do GroenLinks [partido de Esquerda ecologista]. Os da Esquerda gostam de falar na separação de poderes. Mas quando não podem vencer politicamente, porque o povo holandês é contra sinistra agenda, então tentam vencer através dos tribunais.
Qualquer que seja o vosso veredicto, esta é a amarga conclusão deste julgamento.
O julgamento é também surrealista. Estou sendo comparados com os assassinos: Hutu do Ruanda e com Mladic. Há apenas alguns minutos alguns duvidaram da minha sanidade mental. Fui chamado um novo Hitler. Pergunto-me se aqueles que me chamaram tais nomes também serão processados, e se não o forem, se o tribunal também ordenará que o sejam. Provavelmente não. E isso também está certo. Porque a liberdade de expressão aplica-se também aos meus oponentes.
O meu direito a um julgamento justo foi violado. A ordem do tribunal de Amsterdã para me processar não foi só uma decisão mas um veredito condenatório por tribunais que me condenaram ainda antes do atual julgamento começar. Senhor presidente, membros do tribunal, têm agora de decidir se a Liberdade ainda tem abrigo na Holanda.
Franz Kafka disse: «uma pessoa vê o Sol lentamente a pôr-se, e todavia surpreende-se quando de repente fica escuro.»
Senhor presidente, membros do tribunal, não deixem que as luzes se apaguem na Holanda.
Absolvam-me: ponham um fim a esta situação kafkiana.
Absolvam-me. A Liberdade política requer que os cidadãos e os seus representantes eleitos sejam autorizados a dar voz às suas opiniões afirmadas em sociedade.
Absolvam-me, porque se eu for condenado, vocês condenam a liberdade de opinião e de expressão de milhões de holandeses.
Absolvam-me. Não incito ao ódio. Não incito à discriminação. Mas defendo o carácter, a identidade, a cultura e a liberdade da Holanda. Esta é a verdade. É por isso que aqui estou. É por isso que falo. É por isso que, tal como Martinho Lutero antes da Dieta Imperial de Worms, digo: «Aqui estou eu, não posso actuar doutro modo.»
Por isso falo, falei e continuarei a falar.
Senhor presidente, membros do tribunal, embora eu aqui esteja sozinho, a minha voz é a voz de muitos. Este julgamento não é sobre mim. É sobre algo muito maior. A Liberdade de expressão é a fonte de vida da nossa civilização ocidental.
Não deixem que a fonte fique seca só para se acomodar uma ideologia totalitária. «A Liberdade», disse o presidente norte-americano Dwight Eisenhower, “tem a sua vida nos corações, nas ações, no espírito dos homens e portanto tem de ser diariamente ganha e refrescada - ou então, tal como uma flor cortada da sua raiz, acabará por definhar e morrer.»

Senhor presidente, membros do tribunal, os senhores têm uma grande responsabilidade. Não cortem a liberdade na Holanda das suas raizes, a nossa liberdade de expressão. Absolvam-me. Escolham a Liberdade.
Falei, falo e é meu dever - não posso fazer outra coisa - continuar a falar.
Obrigado.

O que vocês acham? Sei que a questao é de grande desconhecimento para a maioria dos brasileiros mas o que se passa na França, Inglaterra, Holanda, Espanha e muitos outros paises europeus, onde os muculmanos estao tornando-se MAIORIA e ainda por cima radicais e anti-democraticos impondo sua cultura sob as demais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fábio Leite
Sexto Power Ranger
avatar

Mensagens : 361
Data de inscrição : 19/09/2010
Localização : Longe, Muito Longe

MensagemAssunto: Re: Uma voz que irão calar, mais uma.   Dom 5 Jun - 23:05

O que não pode é deixar esses filhos da Xuxa chegarem ao poder. aliás, nem eles nem nenhum grupo religioso.

E também temos nossa ameaça religiosa, seu Svaroga. Só que ela é evangélica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.formspring.me/milkoflove
The Fool
Membro do Esquadrão Relampago
avatar

Mensagens : 792
Data de inscrição : 21/09/2010
Idade : 41
Localização : Carapicuiba - SP

MensagemAssunto: Re: Uma voz que irão calar, mais uma.   Seg 6 Jun - 0:49

Caras, sem comentários, o fulano aí tá coberto de razão!
A Holanda só é o que é hoje porque o povo lá tem alguma liberdade.
Agora, calar o cara e acusar ele de ser Hitler é tenso pacas...
De resto, concordo com o Fábio...os evangélicos ainda vão aprontar por aqui!
Não vai sair boa coisa disso tudo...Islã vs. Evangélicos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.otolofala.blogspot.com
Svarog
Imperador Sécular Gorgom
avatar

Mensagens : 861
Data de inscrição : 12/10/2010

MensagemAssunto: Re: Uma voz que irão calar, mais uma.   Seg 6 Jun - 3:30

Os evangelicos nao apitam porra nenhuma, parem de ser paranoicos porra, os caras fizeram uma baita marcha contra a bizarra lei da Martaxa e o que aconteceu? NADA. Agora os proprios evangelicos e catolicos tao lá procurando uma rola pra sentar junto com o movimento GLSBJEJDRE3532.
O que impera no brasil nem é catolicismo, cristianismo é a TEOLOGIA DA LIBERTACAO (um marxismo às avessas religioso), esta bosta infectou tudo no brasil nao existe oposicao a NADA em relacao a isto, o rabo tá escancarado pra quem quiser socar a rola até jorrar sangue. Alias a igreja apostolica romana na Europa alem de perder mais e mais espaco, agora tb virou o rabo pro Islã cedendo parte em suas missas para cantos islamicos e coisas malucas do genero, olha o nivel.
Onde o cristianismo encolhe e recua o Islã avança e ocupa assustadoramente. Para terem uma ideia o nome mais comum hoje, atualmente, na porra da Inglaterra é Mohammed.
Eu quero só ver por volta de 2030 por ai, nego rasgando o rabao no arame farpado por cuspir no prato em que comeu, come e irá implorar por continuar a comer. Muitos grupelhos acusando varios politicos, organizacoes civis de serem racistas por nao quererem a porra do Islã em seus paises.
Estes que protestam, gritam só esquecem que é POR e PELA sociedade da qual eles sao frutos, que podem fazer isto caso contrario se fosse num regime islamico já estariam sendo apedrejados, enforcados ou fuzilados.
Como disseram recentemente estão protestando pela sua propria escravidão.
O islã nao respeita nenhum direito da mulher, muito menos de homossexuais, tao pouco de maconheiros, ladroes, liberais, etc,etc. Em suma tudo que nossa sociedade malvadona ocidental "demoniza" (mas guarda em baixo dos bracos) o Islã vai destruir. Vamos ver as feministas, homossexuais, punks, comunistas, liberais, democratas, os politicamente corretos dos direitos humanos indo pra vala, um a um.
Recentemente (2 semansa atras) houve um protesto na Alemanha por parte de umas femininas sapatonas, nao deu nem 1 hora de besteirol e grupos islamicos arregacaram o protesto todo. As mulheres quase foram agredidas e todas foram ofendidas. Isso no proprio pais delas, a Alemanha. Nada aconteceu...
Na Inglaterra a comunidade islamica mais radical nao tem medo de sair as ruas em seus protestos dizendo que os Eua, ocidente irão pagar ou entao pedindo o fim da democria e direitos humanos. Na França, Espanha, Belgica, paises escandinavos o Islã avança tb assustadoramente. Na Suécia existe até um partido islamico radical pro-jihad e é tudo uma maravilha, ninguem pode criticar senao é facista, louco, radical, etc, etc.
O Islã tb é contra a liberdade de expressao e o culto de qualquer religião. Centenas e mais centenas de cristao sao mortos a porrada e depois queimados na Africa, India (hindus tao levando maior kct), Indonesia, etc, etc. Alguem diz algo? Cadê a midia? Se jogam uma bola de papel em um muculmanos em qualquer pais europeus é racismo, preconceito e todo o bla bla politicamente correto.
Há projecoes dizendo claramente que em menos de 50 anos a Europa será majoritariamente muculmana, enquanto europeus tem em media no MAXIMO 2 filhos, NO MAXIMO. Os casais muculmanos chegam a ter 3,4, 5 filhos facilmente.
O cristianismo é uma desgraca tb, arruinou e destruiu todas as culturas por onde se instalou. Houve muito derramamente de sangue mas chegamos a tal ponto, pelo menos na maioria dos paises civilizados (nao inclui brasil obviamente nao por sermos um pais cristao mas por NAO sermos civilizados mesmo) onde o estado é separado das religioes.

Nao estou a defender o cristianismo, pelo contrario. Mas sinceramente o Islã está ai e quem critica essa religiao acaba morto como os citados pelo politico alemão em seu brilhante discurso. Recentemente um cartunista sueco por fazer umas tirinhas de Allah tb quase foi morto e tem de andar rodeado de seguranças.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fábio Leite
Sexto Power Ranger
avatar

Mensagens : 361
Data de inscrição : 19/09/2010
Localização : Longe, Muito Longe

MensagemAssunto: Re: Uma voz que irão calar, mais uma.   Seg 6 Jun - 10:23

Svarog escreveu:
Os evangelicos nao apitam porra nenhuma, parem de ser paranoicos porra, os caras fizeram uma baita marcha contra a bizarra lei da Martaxa e o que aconteceu? NADA. Agora os proprios evangelicos e catolicos tao lá procurando uma rola pra sentar junto com o movimento GLSBJEJDRE3532.
O que impera no brasil nem é catolicismo, cristianismo é a TEOLOGIA DA LIBERTACAO
Teologia da libertação morreu nos anos 90, rapaz. As merdas dela não são nada comparadas com o crescimento dos evangélicos/pentecostais. Se não percebeu, os putos tão começando a conseguir cargos fortes no Congresso e nas assembléias legislativas - Silas Malafaia é só o mais famoso deles.

Quanto à Europa, se a população não meter a real nesses radicais islâmicos e mostrar pra eles qualé que é, pode apostar que em 30 anos o continente inteiro vira uma grande mesquita.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.formspring.me/milkoflove
Svarog
Imperador Sécular Gorgom
avatar

Mensagens : 861
Data de inscrição : 12/10/2010

MensagemAssunto: Re: Uma voz que irão calar, mais uma.   Ter 7 Jun - 0:05

A teologia da libertacao nunca esteve tao prospera, ainda mais agora com o PT no poder. Pergunte a CNBB, tá todo mundo faturando.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
B.K.
Passageiro do Den Liner
avatar

Mensagens : 631
Data de inscrição : 19/09/2010
Idade : 53
Localização : Entre os seios de sua mãe!

MensagemAssunto: Re: Uma voz que irão calar, mais uma.   Ter 7 Jun - 13:37

Os evangélicos brasileiros são apenas massa de manobra para que as "igrejas" que eles seguem fiquem cada vez mais ricas. E, por conseguinte, pastores e tals.
Evangélico é trouxa manipulado, otário que se vende por desespero e que é guiado por estelionatários da fé.
Mas não saem pregando a morte de ninguém, pelo menos por enquanto.

Já o muçulmanos são foda, o "livro sagrado" deles é infinitamente mais furioso e terrível do que qualque bíblia.

Sim, há segmentos de muçulmanos mais calminhos mas a maioria dos muçulmanos tem, como única fonte de leitura e referência, o Alcorão.
Que tem lá trocentos bilhões de horrores.

Daí, você pega um mulah radical que sai pregando a morte e a destruição, mais a merda que Israel apronta na palestina, e a desgraça está feita.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.milmomes.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Uma voz que irão calar, mais uma.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Uma voz que irão calar, mais uma.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você pode responder aos tópicos neste fórum
Clock Up :: Extras :: Butequis-
Novo Tópico   Responder ao tópico
Criar um fórum | © phpBB | Fórum grátis de ajuda | Fale conosco | Assinalar uma queixa | Fórum grátis